Só no Brasil, o Facebook possui cerca de 127 milhões de usuários mensais (no mundo são 2,2 bilhões de usuários na rede social) e no Instagram são mais de 65 milhões de ativos. O que podemos analisar com esses dados?

Se você e sua empresa não estão nesses canais, você está desatualizado e em desvantagem. Mas ter um perfil em rede social é diferente de ser relevante na rede social. Por parecer simples criar uma conta e fazer postagens, muitas empresas comentem erros.

Esses erros levam ao fracasso dos objetivos pretendidos, ou pior, causar o efeito inverso: uma imagem negativa da sua empresa diante o consumidor.
Listamos 4 erros comuns cometidos por empresas e suas possíveis soluções:

1. Foco em venda

“Poxa, mas vender é o objetivo porque focar em venda seria errado?”
Sabe aquele vendedor chato, que de tão insistente você pega birra? O princípio é o mesmo. Perfis focados apenas em venda, com as frases “Compre Já”, ”Adquira agora” terão mais dificuldades de atrair cliente.

Primeiro, antes das pessoas comprarem de você elas precisam te CONHECER e, em seguida, GOSTAR DE VOCÊ. Antes de criar posts de venda é necessário mostrar o valor do seu produto ou serviço, gerar valor para a sua empresa. E para isso acontecer, é preciso entregar benefícios a elas, como conteúdos e informações que sejam úteis a ela (relacionados ao seu segmento, claro).

Se você atrai seu público com preço, por preço eles também te deixam. Ou seja, quando outra empresa oferecer o mesmo que você, mas por um valor mais baixo, você perde o cliente

2. Contato com o cliente/seguidor

Sua empresa tem rede social e você deixa todos os canais de comunicação abertos: direct, messenger, comentários. Mas não responde em nenhum deles.

Esse é um dos maiores erros cometidos, não se colocar acessível. Pior que isso, só não colocar nenhum meio de contato.

Quando alguém entra em contato, seja para tirar uma dúvida, fazer um elogio ou até mesmo uma crítica, é FUNDAMENTAL responder. As redes sociais são formas de contato imediato e quanto mais você demorar para responder, maior a chance de perder o cliente.

A melhor forma de evitar isso, é estar sempre atento aos contatos disponibilizados e responder o quanto antes. Se for o caso, tente direcionar o cliente para locais específicos, um WhatsApp, por exemplo.

Mas lembre-se, NÃO FORCE a venda quando o cliente está apenas tirando dúvidas. Seja prestativo, mas não force.

3. Achar que uma Agência fará milagre

Gerenciar perfis é demorado e trabalhoso e muitas empresas contratam agências para desempenhar essa função. E é muito comum, por não entender a dinâmica das redes sociais, cobrarem por resultados em prazos curtíssimos.

Estruturar, posicionar, gerar valor e autoridade em uma rede social consiste em duas coisas: PACIÊNCIA E PERSISTÊNCIA. Trabalhar em rede social é algo que deve ser constante e a longo prazo.

Além disso, quando firmado contrato com uma Agência, é importante ter em mente que agora vocês são PARCEIROS rumo ao mesmo objetivo. É um trabalho onde os dois precisam caminhar juntos. Quando a responsabilidade é transferida apenas para uma das partes, a tendência é a frustração sobre os resultados.

Como assim? Vamos supor que a sua Agência gerou uma ação da qual depende de um retorno seu e você não está disponível. Provavelmente, o termômetro daquela ação esfriou e vocês perderam uma oportunidade. Ou por exemplo, você criou um novo produto na sua empresa e não informou a equipe da sua Agência, novamente uma oportunidade de ação foi perdida.

Para obter resultados a curto prazo, são necessárias ações especificas e um maior investimento. E isso, com certeza envolvem outros departamentos além somente da comunicação (como comercial ou financeiro).

4. Postar o que o público não quer ver

O exercício é simples: Isso que eu vou postar agrega algum valor ao meu cliente? Se a resposta for não, então não deve postar! (Salvo exceções).

Vamos supor que você segue o perfil de uma nutricionista, provavelmente você quer ver conteúdos como dicas de alimentação, resultado de outros clientes. Agora vamos imaginar que ela publicasse fotos do cachorrinho, da balada de sábado à noite. Logo você perderia o interesse e deixaria de seguir.

É importante dar um toque pessoal ao perfil, mas ter esse bom senso de não exagerar é fundamental. Então, antes de postar pense como se você fosse o cliente.

Procure criar um cronograma, como “dicas de alimentos ricos”, “substitua o alimento X por Y”, desta forma é possível criar uma frequência de conteúdos relevantes e evitar alguns posts desnecessários. Mas isso não significa que você não pode colocar aquele meme engraçadinho (com conexão ao seu segmento) para descontrair e gerar interação.